segunda-feira, 22 de abril de 2013



Normas e Condutas
HORÁRIO DE ENTRADA

 Horário de entrada em sala de aula 7h20 (manhã)  - 13h00 (tarde) e 18h40 (noite).
• O aluno de 5ª a 8ª e 1º ao 3º ano, Ensino Médio (diurno) terá 20 (vinte) minutos de tolerância para assistir a 1ª aula, ou seja, 7h40. A tarde, 13h20. No caso do 1 e 2 atraso ficara sem assistir a primeira aula e no 3º atraso consecutivo do mês não assistirá às aulas.
• O responsável será comunicado de todos os atrasos, sendo de sua responsabilidade o seu retorno a residência no terceiro atraso. 

SAÍDA DA ESCOLA

• O aluno só poderá sair da escola sem os responsáveis com a autorização por escrito dos mesmos. 
 Não liberamos o aluno com autorização por telefone.
• Para as saídas frequentes do aluno com outras pessoas, a secretaria disponibiliza de documento específico que poderá ser preenchido pelos responsáveis uma vez por ano ou quando necessário.
• Saídas antecipadas nas aulas específicas (turno da tarde) necessitarão de autorização por escrito do responsável. A mesma deverá ser entregue e liberada pela DIRETORIA.

AUSÊNCIAS POR MOTIVO DE VIAGEM

• As ausências precisam ser comunicadas com antecedência para a Coordenação Pedagógica.
• A escola não se responsabilizará pela reposição de conteúdos perdidos, durante viagens em período letivo. 

UNIFORME DIÁRIO

• O aluno deve apresentar-se uniformizado diariamente: camisa da escola, calça jeans (azul-escura básica), tênis qualquer cor.
• Aluno com uniforme incompleto deverá ter uma justificativa por escrito do responsável. Se houver reincidência ou ausência de justificativa não assistirá aula. 

USO DO CELULAR

Não é permitido o uso do celular durante as aulas. Caso isso ocorra, o aparelho será recolhido pela coordenação e/ou professor. A devolução do mesmo será feita no final das aulas ao responsável do aluno. 

OBJETOS PESSOAIS

• Não é permitido o uso de objetos eletrônicos durante as aulas. 
• A escola não se responsabilizará por perda ou dano de celular, jogos eletrônicos, máquinas fotográficas, filmadoras ou qualquer aparelho eletrônico, joias, dinheiro, etc. 

LANCHE EM SALA DE AULA

• De 5ª a 8ª série não será permitido entrar em sala com lanches, bombons, pirulito, sorvete, etc. 

MEDIDAS DISCIPLINARES

• A escola procura solucionar os problemas comportamentais por meio de atendimentos individuais (advertências verbais e registro da ocorrência na ficha individual), com os responsáveis e acompanhamento sistemático.
• Caso o aluno persista com o mesmo comportamento receberá advertência escrita. A reincidência implicará em suspensão. 
• Casos graves implicarão em suspensão imediata, com a presença dos pais.
• Esgotadas todas as advertências verbais, escritas e suspensão a escola poderá transferir o aluno de turma. Havendo reincidência na gravidade disciplinar, o aluno poderá ser desligado da escola sem direito a renovação de matricula. 

DIREITOS

• Participar de todas as atividades promovidas pela Escola.
• Ser respeitado, valorizado, sem que haja, por parte dos diretores, funcionários e colegas, preferências e comparações.
• Dar sugestões à Direção da Escola para a melhoria de todo o processo educativo.
• Receber a devida orientação em suas dificuldades.
• Receber a documentação escolar.
• Requerer, através dos pais ou responsável, a transferência ou cancelamento de matricula.

DEVERES

• Frequentar com assiduidade e pontualidade as aulas.
• Tratar com respeito os diretores, professores, equipe técnica, funcionários e colegas.
• Frequentar as aulas com o uniforme da Escola. 
• Respeitar as normas disciplinares adotada pela Escola.
• Preservar o patrimônio da escola, respondendo e indenizando os danos causados ao mesmo.
• Ter hábitos de higiene pessoal.
• Conservar a limpeza das instalações, dependências, materiais e móveis da Escola.
• Manter a sala de aula devidamente organizada e limpa.
• Participar das solenidades, festividades cívicas e sociais promovidas pela Escola.
• Comunicar a escola ausência temporária por motivo de doença ou outro. 

NORMAS E CONDUTAS NA ESCOLA 

• Ser pontual nos horários de entrada e saída das aulas.
• Respeitar seus colegas, educadores e funcionários cultivando valores morais e culturais.
• Não realizar brincadeiras agressivas, violentas e nem utilizar palavras ou gestos desrespeitosos.
• Usar de honestidade em todos os seus atos.
• Cumprir os contratos de convivências na sala de aula.
• Participar conscientemente da sua educação, comparecendo a todas as atividades educacionais.
• Respeitar e conservar o espaço físico e bens materiais da escola colocados à sua disposição.
• Assumir a responsabilidade e arcar com o pagamento ou reposição integral do material que eventualmente venham a danificar propositalmente.
• Usar a Biblioteca mantendo silêncio e zelando pelos materiais disponíveis.
• Não correr pelos corredores evitando acidentes e interferências nas salas de aulas, respeitando os ambientes que estiverem em atividades.

SISTEMA DE AVALIAÇÃO

• Para efeito da avaliação do aproveitamento escolar do aluno, o ano letivo será dividido em quatro (4) unidades.
• Em cada unidade, serão desenvolvidas as atividades de ensino-aprendizagem e as suas respectivas avaliações, observe a divisão:

• 1º , 2ª , 3ª e 4ª unidade da 5ª a 8ª série e do Ensino Médio: 

1- Qualitativa (frequência, pontualidade, organização, responsabilidade e respeito com o grupo) – 1,0
2- Avaliação Parcial – 3,0 
3- Para Casa – 0,5
4- Trabalhos, seminários, pesquisa , aula de campo, etc – 1,5
5- Avaliação Global – 4,0
• O aluno para ser aprovado deverá alcançar um total igual ou superior a 5,0 pontos em cada disciplina . 
• As atividades que não forem entregues no prazo estabelecido pelo professor, perderão a pontuação inicial.
• O comportamento do aluno interfere no resultado da unidade, na medida em que prejudica o seu aprendizado e/ou da turma. 

DICA PARA OS PAIS

O bom desempenho na escola 

1- O bom desempenho escolar é aprendido. Você começa por acreditar que todos os alunos podem aprender a estudar melhor, a reter mais informações, a maximizar seus pontos fortes naturais, a fazer o sistema trabalhar a seu favor e a aceitar que são bem-sucedidos. Se você acreditar nisso, estará no caminho certo. 
2 - Muitas vezes, a ajuda para seu filho ter um bom desempenho na escola é uma questão de "mais" ou "menos": Mais escuta menos repreensão; mais questionamentos, menos queixas inúteis; mais elogios, menos detalhamentos; mais busca de sugestões, menos oferecimento de conselhos. 
3- O bom desempenho escolar é uma decisão. Você e seu filho têm de tomá-la em conjunto. 
4- Ame seus filhos profundamente para permitir que eles sejam os melhores. 
5-Atualmente, as crianças precisam daquilo de que os alunos sempre precisaram para se dar bem na escola: estrutura, disciplina, desafios, respeito, reconhecimento, oportunidades, escolhas, segundas oportunidades, compreensão e muito amor. Achar um jeito de materializar tudo isso é papel dos pais. 
6 - Não espere 10 em tudo, mesmo que seu filho seja muito inteligente. Expectativas rígidas e irreais fazem a criança imaginar que, para conseguir o amor dos pais, tem de alcançar padrões inatingíveis. Sua tarefa é mostrar a seus filhos que eles têm de ser eles mesmos. Assim, conseguirão aprender o que precisam. 
7 - Seja realista quanto ao que ocorre na escola. Prepare-se para os problemas. Prepare-se para as soluções. Você não será pego de surpresa. 
8 - Se você não consegue fazer uma venda ou ocorre algo frustrante no trabalho, isso não o transforma numa pessoa ruim. Se o seu filho vai mal na escola, aplica-se a mesma regra. Espere um bom desempenho, mas aceite as limitações humanas. 
9 - Sempre encare um grande esforço como bom desempenho. 
10 - O bom desempenho escolar é um assunto para a família toda. Nenhum aluno o consegue sozinho. Procure fazer todo mundo ajudar. 
11 - Não permita que os outros definam o potencial de seus filhos. 
12 - O bom desempenho escolar é uma meta que vale a pena. O perfeccionismo não. Não seja duro demais com seus filhos ou consigo mesmo. Permitam-se ser imperfeitos. 
13 - Se você quiser ser reconhecido por ter contribuído para o bom desempenho de seu filho na escola, aceite também as críticas pelas falhas. 
14 - Bom desempenho escolar não se compra. Não ofereça dinheiro para seu filho fazer o dever de casa. O resultado disso não é um aluno melhor, mas uma criança mal-educada, mimada e interesseira. 
15 - Não peça nem espere favores de seu filho. Os estudantes se fortalecem quando fazem as coisas sozinhos, sem esperar que alguém faça algo por eles. 
16 - Nunca elogie a mediocridade. O elogio gratuito desvaloriza o que tem mérito. Elogie os esforços e as conquistas bem-feitas. 
17 - Procure ser um modelo em tudo aquilo que você incentiva seu filho para alcançar bom desempenho, em vez de se destacar pela crítica. 
18 - Às vezes, o melhor modo de ajudar o desempenho de um filho é simplesmente estar disposto a escutá-lo. 
19 - Quando algo vai mal a escola, lembre-se de que seu filho não é mau, preguiçoso ou burro - é apenas uma criança. 
20 - Seus filhos podem ter a melhor educação formal que quiser dar a eles. Isso talvez signifique trabalho duro, esforços extras, escolhas difíceis, sacrifícios e firmeza, mas pode se tornar real. Se não se tornar, alguns professores e diretores talvez tenham uma parcela da responsabilidade, mas o verdadeiro motivo é que você e seus filhos não desejaram isso de verdade. 


"Criança Nota 10"
Autor do texto DICA PARA OS PAIS: Robert D. Ramsey 

Atenciosamente,

Direção e Equipe do COLÉGIO DAGMAR
Parte superior do formulário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita.
Sua participação é importante para nós.
Volte sempre.